Notícias

 

Equipa das Nações Unidas em Cabo Verde reune-se num dialogo estratégico com o Governo

 

Nações Unidas, 22 de Julho de 2016 -No segundo dia de trabalho, a equipa das Nações Unidas em Cabo Verde, que esteve reunida durante dois dias na Praia, encontrou-se com o Governo, num diálogo Estratégico para, segundo o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Dr. Luis Filipe Tavares "construir soluções que sirvam para Cabo Verde, conjuntamente com o Sistema das Nações Unidas".

Na sua intervenção, o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades destacou que o actual Governo tem uma “grande ambição” que é de dar continuidade àquilo que todos os governos de Cabo Verde fizeram até hoje, mas “fazendo mais e melhor”, tendo já definidas as prioridades das quais se destacam o crescimento económico, a paz e a segurança, a saúde, a educação, a agricultura, o ambiente, a justiça, protecção das crianças e a protecção social, entre outras, e às quais a cooperação das Nações Unidas constitui uma mais valia nas respostas aos desafios que elas colocam.

De acordo com a Coordenadora do Sistema das Nações Unidas, Ulrika Richardson " esta é uma oportunidade de ouvir o governo acerca da sua visão e expectativa em relação à parceria com Nações Unidas, com o objetivo de enriquecer o diálogo e refletir conjuntamente sobre como podemos fazer o máximo uso das competências individuais e coletivas que integram o Sistema das Nações Unidas e traçar prioridades conjuntas neste contexto. Isto é, como a parceria estratégica das Nações Unidas pode ser aproveitado para alcançar as prioridades nacionais e bem como na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Durante dois dias, tanto a nível interno como no Dialogo Estratégico com o Governo, umas das questões fulcrais que saiu das discussões é o reforço da coordenação multissectorial para que a cooperação seja mais coerente e eficaz, particularmente no que diz respeito na implementação das políticas de desenvolvimento e na implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A nível global, com a complexidade do mundo de hoje e a complexidade dos desafios para o desenvolvimento e a paz, assim com a entrada em força da agenda global 2030 e os ODS, mais e mais ênfase é dada ao fortalecimento da coerência dentro do SNU e ao fortalecimento do modo como os seus programas se alinham às prioridades nacionais.  Basicamente para se tornar cada vez mais relevante e efetivo! Há também uma crescente ênfase sobre a coerência dos esforços coletivos do SNU impulsionados pela agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável a qual – como pudemos concluir de maneira conjunta recentemente durante o retiro do governo no dia 25 de julho – chama para uma abordagem integrada e multi-setorial ao planeamento, implementação e seguimento para o desenvolvimento. Em resposta a esses chamados por parte de nossas sedes e do secretariado, estivemos ontem e esta manhã fazendo uma avaliação interna acerca de como podemos melhorar nossa coerência individual e coletiva.

Assim, coloca-se uma grande demanda, ao mais alto nível, para uma forte de coordenação, com abordagens multissectoriais, acções decentralizadas, novas parcerias, produção de dados… e uma forte liderança nacional

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share |