Notícias

 

Refeições Escolares em Cabo Verde - Um Êxito Nacional

ROMA, 7 de Setembro 2010 – Ao fim de mais de 30 anos de colaboração com o Programa Alimentar Mundial (PAM), o Governo de Cabo Verde assumiu hoje a responsabilidade total pelo seu programa nacional de refeições escolares, dando um exemplo que muitos outros países em desenvolvimento deveriam seguir.

O programa de refeições escolares do arquipélago de Cabo Verde, no Atlântico, começou em 1979, depois de o país se ter tornado independente, em 1975. À época o programa dependia totalmente do apoio financeiro, operacional e logístico do PAM. A partir de 2007, o Governo começou a responsabilizar se pela gestão e execução do programa, contribuindo inicialmente com 15% do financiamento e aumentando gradualmente essa contribuição até atingir os 100%, este ano.

"As actividades do Programa Alimentar Mundial contribuíram muitíssimo para o êxito do sistema de ensino de Cabo Verde, a luta contra a pobreza e a promoção da inclusão social", disse o Primeiro Ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, num cerimónia comemorativa que teve hoje lugar na sede de Roma do PAM e que contou com a presença da Directora Executiva do PAM, Josette Sheeran.

"Sem o trabalho do PAM, o programa de refeições escolares não existiria. As refeições escolares permitem-nos melhorar a alimentação das crianças, contribuindo assim para o desenvolvimento do capital humano de Cabo Verde. É um investimento forte no futuro que, segundo esperamos, reforçará a coesão social e melhorará a qualidade de vida dos cabo verdianos."

A Directora Executiva do PAM, Josette Sheeran, por seu lado, declarou que Cabo Verde tinha dado o exemplo ao resto do mundo. "A liderança e o compromisso do Governo de Cabo Verde com o futuro das crianças mal nutridas é exemplar, é um êxito de que nos orgulhamos todos e que gostaríamos de ver replicado em todo o mundo" disse.

Uma refeição diária na escola constitui um meio eficaz de dotar as crianças de saúde física e mental, um investimento no futuro dessas crianças e no futuro do seu país. Uma refeição escolar nutritiva contribui para aumentar a taxa de frequência escolar, permitindo também que as crianças estejam mais concentradas durante a aula.

O trabalho do PAM em Cabo Verde continuará, sob a forma de apoio programático ao Governo, com vista a melhorar a eficácia em termos de custos, a cobertura e as compras de produtos alimentares a nível local.

Desde 1993 até hoje, oito países africanos passaram a estar incluídos nas 38 nações que assumiram a responsabilidade total pelos seus programas nacionais de refeições escolares. Cabo Verde é o primeiro país da África Central e Ocidental que realiza essa transição, estando também no bom caminho para atingir até 2015 a maior parte dos seus Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

O PAM executa há 45 anos programas de alimentação escolar, fornecendo actualmente uma refeição escolar diária a 22 milhões de crianças de mais de 60 países.

O PAM é a maior agência humanitária do mundo que luta contra a fome, fornecendo alimentos todos os anos a uma média de mais de 90 milhões de pessoas, em mais de 70 países.

O PAM disponibiliza RSS feeds dirigidos aos jornalistas, que lhes permitem aceder aos comunicados de imprensa, vídeos e fotos mais recentes publicados em WFP.org. Para mais informações, http://www.wfp.org/rss

O PAM mantém em Itália uma linha dedicada ISDN para entrevistas de qualidade, em directo, com responsáveis do PAM.

Para mais informações, contactar (endereço de e-mail: nomepróprio.apelido@wfp.org):

Gregory Barrow, WFP/Rome, Tel. +39 06 6513 2330, Mob. +39 348 1325018
Caroline Hurford, WFP/London, Tel. +44-20-72409001, Mob. +44-7968-008474
Emilia Casella, WFP/Geneva, Tel. +41-22-9178564, Mob. +41-792857304
Rene McGuffin, WFP/Washington, Tel. +1-202-653 1149, Mob. +1-202-390 2579
Bettina Luescher, WFP/New York, Tel. +1-646-5566909, Mob. +1-646-8241112
Vichi de Marchi, WFP/Rome. Tel. +39 06 6513 2058, Mob. +39 348 051 7605

Share |