Notícias

 

UNDP e UNICEF apoiam a realização da Formação "Protecção Social e Transferências Sociais"

 

Nações Unidas, Praia, 9 de Setembro de 2013 - "A consolidação do sistema de protecção social, que inclui a introdução de um programa de transferência de renda, requer uma forte capacitação dos actores envolvidos. Espera-se que os trabalhos dos próximos dias permitam aos participantes uma melhor capacidade de planejar, desenhar, orçamentar, monitorar, e seguir politicas de Protecção social. Espera-se por conseguinte que esta capacidade contribua para o fortalecimento das instituições no âmbito da Protecção social"- Ulrika Richardson-Golinski, na abertura da  Formação "Protecção Social e Transferências Sociais, que decorre de 9 - 12 de Setembro, no Hotel Praia- Mar.

Esta  tem como objectivo o reforço das competências dos principais actores com responsabilidades directas ou indirectas no sistema de protecção social e as transferências sociais, para além de constituir também uma plataforma para promover a partilha de experiencias entre os participantes.

Durante o seu discurso a Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde reconheceu os progressos alcançados pelo país nessa matéria, mas ao mesmo tempo realçou que  ainda “existem desigualdades”, sobre as quais é preciso continuar a trabalhar para fortalecer o sistema. Daí sublinhar que a formação que ora acontece irá contribuir para reforçar as capacidades pessoais e institucionais ja existentes. Para Ulrika Richardson-Golinski, Protecção social tem sido e continuará sendo uma política fundamental para assegurar a consolidação do  processo de desenvolvimento de Cabo Verde.

Por sua vez, a Ministra da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos, Dra. Janira Hopffer Almada, ao presidir o acto de abertura da formação, afirmou que "é preciso melhorar a articulação, melhorar o diálogo de modo a podermos, por um lado racionalizar os recursos que são disponibilizados para promoção de protecção social no país e, por outro lado melhorar o impacto dessas mesmas medidas na vida das populações”. Segundo a Ministra, através de um levantamento sobre as políticas sociais, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) identificou um total de 90 iniciativas na área social, implementadas pelo Governo central, e mais de 200, também na área social implementadas pelo governos locais, daí realçar a importância de uma melhor coordenação e articulação entre  os diferentes interveniente.

Organizada pelo Ministério da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos, esta formação conta com o apoio técnico e financeiro do PNUD e do UNICEF.

Participam na formação 35 agentes de várias instituições públicas e privadas

 

 

 

 

 

 

 


Share |