Notícias

 

Jornadas Técnicas sobre certificação da Qualidade dos Produtos alimentares e das empresas, no Sal

 

Nacoes Unidas, Praia, Maio de 2011 – No âmbito da execução do Programa Único das Nações Unidas com Cabo Verde e do Programa Qualidade para a África Ocidental, teve lugar na ilha do Sal, as Jornadas Técnicas sobre certificação da Qualidade dos Produtos alimentares e das empresas.

Esta iniciativa foi considerada de grande importância, na medida em que serviu como palco para debate de questões relacionadas com as responsabilidades dos operadores decorrentes da nova legislação alimentar em Cabo Verde, bem como para promover conhecimentos em matéria de certificação da qualidade nas empresas que lidam com alimentos, como sendo uma valiosa ferramenta para fazerem singrar os seus negócios.

Para alem disso, as referidas jornadas contribuíram igualmente para sensibilizar para a melhoria das condições de higiene e segurança do processo produtivo na cadeia alimentar, bem como aumentar o nível de consciência da qualidade a nível nacional.

Quarenta representantes de empresas participaram activamente no evento e reconheceram que a oportunidade serviu para reforçar os seus conhecimentos em matérias como as boas práticas dos produtores e o sistema de prevenção e abordagem da segurança alimentar e farmacêutica, mais conhecido sob o nome de HACCP (Hazard Analysis Critical Control Point).

Neste senstido, é importante notar que algumas das empresas já estão preparadas para implementar este sistema de modo a que o Programa de Qualidade na África Ocidental (PQAO) deve incluir uma ou duas para a certificação.

As apresentações dos formadores foram centrados nomeadamente nos objectivos principais das actividades em Cabo Verde no âmbito do PQAO, a nova legislação relativa à qualidade dos produtos alimentares e a importância de certificação.

Quarenta e dois representantes de empresas participaram activamente nas jornadas, que contribuiram para alargar o conhecimento de matérias ligadas à higiene dos alimentos e ao sistema nacional de qualidade.

O representante do Ministério do Turismo, Indústria e Energia, Sr. Ennio Cruz, na sua intervenção solicitou aos organizadores a realização de outros cursos de formação similares na ilha do Sal, a fim de preparar as empresas para a aplicação das leis alimentares e poderem assim cumprir com as exigências internacionais.

Share |