Notícias

 

26 de Junho Dia Internacional Contra o Abuso de Drogas e Tráfico Ilícito


Nações Unidas, Praia, 26 de Junho de 2012 - Assinala-se hoje, 26 de Junho, o Dia Internacional contra o Abuso de Drogas e Tráfico Ilícito (Dia Mundial sobre as Drogas) Instituído pela Assembleia Geral da ONU em 1987, este dia constitui uma oportunidade para recordar os objectivos assumidos pelos Estados-Membros da ONU no que se refere à criação de uma sociedade internacional livre de drogas.

Como acontece todos os anos, a ONUDC (Escritório das Nações Unidas Contra a Droga e Crime) lidera este ano uma campanha mundial intitulada "Acção Global para Comunidades Saudáveis sem Drogas" a qual apela para uma maior conscientização sobre o grave problema que as drogas acarretam para as sociedades no seu todo, mas em particular para as camadas jovens. O objectivo desta campanha é mobilizar o apoio das populações e inspirá-las para uma acção consciente e efectiva contra o uso das drogas.

O ONUDC pretende promover, em todo o mundo, o maior número possível de actividades de informação, mobilização e sensibilização e convida os particulares, as organizações sem fins lucrativos, o sector privado e os Estados Membros a participarem nesta campanha através de: i) organização de acções de divulgação ou de manifestações oficiais para assinalar o dia 26 de Junho; ii) dar a conhecer a campanha e seus objectivos através das suas redes e contactos; iii) utilizar o slogan e o logótipo da campanha em produtos promocionais e nos diferentes canis de comunicação (web e comunicação social) e iv) doar recursos às organizações não governamentais/locais para apoiar as sua actividades de prevenção ao consumo das drogas e para o tratamento do usuário de drogas ou ainda apoiando na campanha e todas as actividades conexas

Em Cabo Verde, o escritório do ONUDC, desenvolveu, em parceria com o Ministério da Justiça/CCCD um programa para assinalar a data, do qual se destacam acções de sensibilização sobre drogas e toxicodependências destinado aos líderes juvenis, promovido pelo Centro da Juventude da Praia em parceria com a CCCD, a realização de uma palestra sobre Álcool e Toxicodependência VS Juventude na escola de Fundo das Figueiras, Boa Vista, promovido pelo Centro da Juventude de Sal Rei em parceria com a CCCD, a Conferência "Ministério Público e o Combate ao Crime Económico e Financeiro"- Promovido pela Procuradoria Geral da Republica, a ter lugar nos dias 25 e 26 de Junho na Praia, a realização da Palestra sobre “O Papel da Família na Prevenção ao Uso de Drogas”, em todos os municípios do país, promovido pela CCCD em parceria com os Núcleos Concelhios de Prevenção ao Uso de Drogas e o ONUDC, uma Marcha de sensibilização a nível nacional, entre outros, conforme agenda em anexo.

Hoje, o Sistema das Nações Unidas, através do ONUDC - Cabo Verde, fará o lançamento do Relatório Mundial sobre as Drogas, que contará com a participação do Ministro da Justiça e o Coordenador interino do Sistema das Nações Unidas, para além de representantes de algumas instituições relevantes nesta matéria.

O objectivo do referido lançamento do Relatório Mundial sobre as Drogas é de apresentar as recentes tendências e situação actual em termos de produção, tráfico, consumo e as suas consequências para a saúde, a nível mundial, regional, com implicações para Cabo Verde.

O relatório deste ano é inédito no sentido em que acrescenta uma perspectiva a longo prazo da problemática da droga, nomeadamente: as suas principais características; as mudanças decorridas ao longo das últimas décadas; os factores impulsionadores que moldaram esta evolução; e o rumo que a problemática provavelmente irá tomar no futuro.

Note-se que, durante a cerimonia de abertura d conferência sobre o Ministério Público(MP)e o Combate ao Crime Económico, organizado pelo MP em parceria com a UNODC, oPresidente da República Dr. Jorge Carlos Fonseca, afirmou que em Cabo Verde não há espaço para aplicação financeiros ilícitos, ao mesmo tempo que alertou para os efeitos perversos do imediatismo de crimes cuja repressão permite atingir a actividade criminosa em pontos sensíveis.

Share |