Notícias

 

UNFPA apoia o Governo de Cabo Verde na introdução de "Channel 2.0 um instrumentos de reforço de informação em gestão de medicamentos e produtos d Saúde Sexual e Reprodutiva (contraceptivos)

 

Nações Unidas, 12 de Setembro de Julho de 2016 - Cabo Verde tem dado passos importantes no reforço, na melhoria e na modernização da gestão pública em vários domínios incluindo do próprio sistema estatístico nacional.

Neste sentido, o Governo tem investido significativamente no desenvolvimento da sociedade da informação e de promoção de e-governança em todos os setores, como uma ferramenta que facilita a implementação da agenda de reformas pública e fortalecer a qualidade dos serviços públicos. Estes investimentos irão igualmente apoiar o país na implementação, seguimento e avaliação do Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, aprovados em Assembleia Geral, em Setembro de 2015, que tem como premissa não deixar ninguém para trás. A consolidação, tanto da gestão da coisa publica como dos dados estatísticos contribuirão para que o país faça as melhores escolhas na definição das politicas publicas visando o bem-estar das populações.

Assim, como acontece noutro sectores, o sector da saúde tem vindo a implementar uma série de reformas, a fim de promover a eficiência e eficácia dos serviços. Desde 2012, o UNFPA tem estado a apoiar, técnica e financeiramente ao Ministério da saúde, através da a Direcção Geral de Farmácia (DGF) na introdução de software "Channel 2.0" como uma ferramenta importante para a gestão e logística dos medicamentos e produtos de Saúde Reprodutiva nacionais bem como para o sistema de informação de gestão de produtos de saúde.

Para dar continuidade a todo o processo já em curso, esteve em Cabo verde, de 5 a 9 de Setembro 2016, com o apoio do UNFPA, especialista em Planeamento Familiar e Segurança dos produtos de Saúde Reprodutiva do escritório regional do UNICEF em Dakar, o Dr. Norbert Coulibaly e o consultor internacional Lazoumou KADEBA, especialistas na matéria, para, conjuntamente com as autoridades nacionais, fazerem uma avaliação do sistema Channel Versão 2.0 com vista a adaptá-lo às necessidades reais de Cabo Verde no quadro da Introdução do Sistema de Informação Logística – CHANNEL a nível da Direcção Geral da Farmácia (DGF) do Ministério da Saúde e da Segurança Social.

Ainda durante a sua missão, os especialistas formaram os técnicos nacionais para implementar as soluções, recursos, configurações e alterações feitas no "Channel 2.0" e contribuíram para o desenvolvimento de um mecanismo de codificação visando corrigir todos os problemas tecnológicos identificados para além de apresentar estratégias de cooperação técnica e intercâmbio de informação mais eficazes entre DGFM e UNFPA, relativa CHANNEL implementação 2.0.

Os resultados alcançados com a referida missão, são para o UNFPA um marco importante, na medida que contribuiu para os esforços do país a montagem de um sistema de informação e de gestão logística adaptado às exigências do país no que se refere à planificação adequada das necessidades e a utilização racional dos produtos SR e medicamentos, e manifesta a sus disponibilidade em continuar a trabalhar com as autoridades nacionais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share |