Notícias

 

Relatório do Desenvolvimento Humano 2013 apresentado na Praia

 

Nações Unidas, Praia, 12 de Abril de 2013 - Na sequência do lançamento a nível mundial,  ocorrido na Cidade do México no dia 14 de Março de 2013, o PNUD em Cabo Verde, apresentou esta manha o Relatório de Desenvolvimento do Humano 2013, cujo titulo é  "A Ascensão do Sul: o progresso humano num mundo diversificado".

O documento traz este ano uma reflexão sobre evolução da geopolítica dos últimos anos, incluindo as questões e tendências emergentes e os novos atores que moldam o panorama do desenvolvimento. O Relatório defende que a notável transformação de um elevado número de países em desenvolvimento em grandes economias dinâmicas com crescente influência política produz um impacto significativo no progresso do desenvolvimento humano. Isso também conduz a que a integração regional e as relações Sul-Sul possam ser facilitadas por novas instituições e novas parcerias.

O Relatório identifica três fatores impulsionadores do desenvolvimento com base na análise feita sobre os países do Sul que realizaram progressos substanciais nas últimas décadas no IDH: A presença de um Estado pró-ativo que desenvolva políticas dirigidas a ambos os setores, público e privado, com base numa liderança e visão a longo prazo, com normas e valores comuns, bem como regras e instituições que promovam a confiança e coesão social; A exploração de Mercados Mundiais apostando em produtos de nicho; políticas Sociais Inovadoras, realçando a necessidade de um investimento público forte – não apenas em infraestruturas – permitindo que  políticas sociais e de crescimento se reforcem mutuamente para a criação de círculos virtuosos.  

No acto do lançamento, ocorrido esta manhã, na Sala de Conferencias do Palácio do Governo, a Coordenadora Residente do Sistema das Nacoes Unidas em Cabo Verde e Representante do PNUD, Senhora Ulrika Richardson-Golinski considerou que "muitas das recomendações do Relatório de Desenvolvimento Humano 2013 são de suma importância para Cabo Verde no seu actual processo de desenvolvimento".

Percorrendo o conteúdo do documento, a Representante do PNUD em Cabo Verde afirmou que este Relatório mostra que transformação do Sul no século XXI tem sido também acompanhada por importantes avanços em termos de desenvolvimento humano: de fato, a pobreza extrema dos países em desenvolvimento que chegava à mais de 43% da população em 1990, caiu para 22,4% em 2008.

O Relatório de 2013 indica ainda que entre 1990 e 2012, quase todos os 132 países, entre desenvolvidos e em desenvolvimento, analisados melhoraram a respectiva situação em matéria de desenvolvimento. O progresso no entanto foi particularmente acelerado em um grupo de países do Sul, assinalando uma vez mais a relevância do tema do relatório deste ano.

Com o intuito de entender este progresso, o Relatório apresenta uma análise aprofundada das estratégias adotadas por países do Sul que conseguiram um aumento substancial nos seus respectivos Índices de Desenvolvimento Humano.

Relativamente a Cabo verde, este Relatório do PNUD mostra que houve um aumento no índice de desenvolvimento humano (IDH) de Cabo Verde em 2012 comparativamente a 2011, situando-se em 0,586, ficando acima da média da África Subsariana ( 0,475), mas abaixo da média do grupo dos países de rendimento médio (0,640).

Este aumento do índice deve-se essencialmente ao aumento do Produto Interno Bruto (PIB) per-capita (de 3.508 dólares em 2011 a 3,609 dólares em 2012) e da esperança de vida ao nascimento (de 74.2 em 2011 à 74.3 em 2012). Entre 2000 e 2012, o IDH de Cabo Verde subiu o total acumulativo de 10%, de 0,532 para 0,586. Isso equivale a um aumento médio anual de 0,8%", conforme o documento.

Ao prisidir a cerimonia, o Primeiro Ministro de Cabo Verde, Dr. José Maria Neves, O primeiro-ministro afirmou que Cabo Verde deve ambicionar muito mais do que o índice de desenvolvimento humano de 0,586 e "acelerar o passo para podermos atingir os objectivos que estão preconizados. Nós podemos constatar que desde 2000 temos crescido em termos de Índice de Desenvolvimento Humano, fizemos este percursos, mas não podemos estar satisfeitos, apesar de tudo, de todas as nossas limitações não podemos estar satisfeitos com este indicador, temos de acelerar o passo no grupo dos países de desenvolvimento humano. Temos de ter mais ambição e a ideai é continuar a trabalhar e fazer as reformas que são necessárias" concluiu.  

Relatório do Desenvolvimento Humano 2013 Download

Resumo do Relatório do Desenvolvimento Humano 2013 Download

Cabo Verde - Nota Explicativa  Download

Nota de Imprensa  Download

Nota de Imprensa - Africa Download

Share |