Notícias

 

REFLOR-CV planta 2ª espécie da “Floresta Pedagógica” nas Escolas de Achada Ponta e Chã de Vaca em Santiago

 

Nações Unidas, 25 de Abril de 2019 -A FAO, através do Projeto REFLOR-CV, plantou hoje a segunda espécie nas denominadas “Florestas Pedagógicas” das escolas de Achada Ponta (S. Catarina) e Chã de Vaca (S. Lourenço dos Órgãos) em Santiago: o Marmulano (Sideroxylon marginata).
Esta actividade consiste na fixação de nove espécies (uma por trimestre lectivo), seguindo um roteiro lógico para transmitir aos alunos, noções sobre as características, a importância, a função e a utilidade de cada uma dessas espécies nas florestas de Cabo Verde.

O Marmulano (Sideroxylon marginata) foi a escolhida para este trimestre, uma espécie arbórea endémica e em vias de extinção. Pode atingir 12 metros de altura encontrando-se apenas alguns exemplares em locais mais íngremes e de difícil acesso onde o homem dificilmente o consegue destruir. Esta espécie está sendo utilizada em larga escala nos programas de reflorestação visando a sua conservação.

Dezenas de alunos, professores e técnicos do Projeto participaram na plantação e instalação de proteções das árvores que dão corpo à Floresta Pedagógica de cada escola, cabendo aos alunos zelar pela sua conservação.


A iniciativa do projeto Reforço da capacidade de adaptação e resiliência no setor florestal em Cabo Verde, executado pela FAO - Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação - e financiado pela União Europeia, tem como ilhas-alvo, Santiago, Fogo, e Boa Vista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share |