Notícias

 

III Encontro do Comité de Pilotagem do Programa Plataformas para o Desenvolvimento Local e os Objectivos 2030 em Cabo Verde

 

Nações Unidas, 5 de fevereiro de 2019 - Decorreu, a 5 de fevereiro em São Salvador do Mundo, Picos, o III Encontro do Comité de Pilotagem do Programa Plataformas para o Desenvolvimento Local e os Objectivos 2030 em Cabo Verde.

No encontro a novidade foi a apresentação de novas plataformas no âmbito do alargamento do Programa a todos os municípios do país, fazendo com que os 22 municípios estejam incluídos no Programa Plataformas para o Desenvolvimento Local e os Objectivos 2030 em Cabo Verde.

Durante a abertura oficial, Ana Graça, Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde. Sublinhou que  " O Programa Plataformas para o Desenvolvimento Local e Objetivos 2030 em Cabo Verde é-nos particularmente querido, pelo impacto imediato que tem efetivamente nas pessoas e nas comunidades. Acreditamos que trouxe uma nova visão e uma nova maneira de trabalhar ao nível local, uma dinâmica de capacitação para uma governação local mais participativa, mais inclusiva e mais orientada para as pessoas, para os resultados e para o bem estar das comunidades."

Por sua vez, Angèle Da Cruz, Encarregada de Negócios a.i da Embaixada do Grão Ducado de Luxemburgo em Cabo Verde. Apontou os impactos que os projetos têm na melhoria das condições de vida das comunidades. " O IV Programa Indicativo de Cooperação entre Cabo Verde e Luxemburgo 2016-2020, atribui, entre outros, uma importância particular à melhoria dos processos de governação e desenvolvimento local e inclusivo implicando às comunidades, associações locais e setor privado. Esses processos locais são a nosso ver, uma pedra angular no reforço maior de desenvolvimento do país."

Ao fazer a abertura oficial do evento Gilberto Barros, Secretário de Estado das Finanças fez questão de falar sobre a importância do alinhamento entre os planos estratégicos Municipais e o PEDS. “Estes planos estratégicos a nível dos Municípios, estão devidamente alinhados com o PEDS. Os planos estratégicos são instrumentos que permitem mais diálogo Governo, mas também com outros parceiros, câmaras e a população em geral. Encorajo as câmaras que já tem mais experiência, não só a partilharem os seus recursos mas também a partilharem as suas boas práticas com outras câmaras que estão a iniciar.".

O Programa Plataformas para o Desenvolvimento Local e os Objectivos 2030 em Cabo Verde é financiado pelo Grão Ducado do Luxemburgo, no montante de dois milhões de euros, administrado pelo PNUD e implementado pelo Ministério das Finanças e a Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share |