Notícias

 

Relatório África/Geração 2030

Nações Unidas, Praia, 12 de Agosto de 2014 -Relatório África/Geração 2030. Entre as conclusões mais importantes do Relatório África/Geração 2030 nota-se uma grande mudança na população infantil do mundo para África. As projecções indicam que, em 2050, cerca de 40 por cento de todos os nascimentos, e cerca de 40 por cento de todas as crianças, serão e estarão em África, contra cerca de 10 por cento do que aconteceu em 1950.
Embora as taxas de sobrevivência infantil tenham melhorado em toda a África, no continente ainda se regista cerca de metade da mortalidade infantil no mundo, e a proporção pode aumentar para cerca de 70 por cento em 2050. O relatório observa que três em cada 10 crianças africanas vivem em contextos fragilizados e afectados por conflitos, e que quase 60 por cento dos africanos poderão estar vivendo em cidades até 2050. O relatório apela à tomada de especial atenção em relação à Nigéria, que já possui o maior número de nascimentos no continente, e será responsável ​​por quase um em cada 10 nascimentos em todo o mundo até 2050. O Relatório África/Geração 2030 apela especificamente para investimento na expansão do acesso aos serviços de saúde reprodutiva e esforços para capacitar meninas e mantê-las na escola.
Para aceder ao Relatório África/Geração 2030 (Generation 2030/Africa Report), banco de dados interactivos e recursos para os mídia:
Clique aqui: http://uni.cf/gen2030 

http://www.unicef.org/publications/index_74751.html

 

PNUD - Relatorio de Desenvolvimento Humano 2014 revela: 2,2 mil milhoes de pessoas estão em situação de pobreza

O Relatório apela à prestação universal de serviços sociais básicos e a políticas mais enérgicas de proteção social e de promoção do pleno emprego, para promover e consolidar o progresso em matéria de desenvolvimento humano.

Nações Unidas, Praia, 25 de Julho de 2014 - O desenvolvimento humano está ameaçado pela vulnerabilidade persistente. Se essa vulnerabilidade não for enfrentada de forma sistemática, através de políticas e normas sociais, o progresso não será equitativo, nem sustentável. Este é o ponto principal do Relatório do Desenvolvimento Humano 2014, lançado hoje em Tóquio pelo Primeiro-Ministro do Japão, Shinzō Abe, pela Administradora do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Helen Clark, e pelo Diretor do Gabinete do Relatório do Desenvolvimento Humano, Khalid Malik.

O Relatório Sustentar o Progresso Humano: Reduzir as Vulnerabilidades e Reforçar a Resiliência apresenta uma nova perspetiva sobre a vulnerabilidade e propõe formas de reforçar a resiliência. Segundo as medições da pobreza com base no rendimento, 1200 milhões de pessoas dispõem de 1,25 dólares americanos ou menos por dia para viver. Contudo, os mais recentes cálculos do Índice de Pobreza Multidimensional (IPM) do PNUD revelam que quase 1500 milhões de pessoas em 91 países ...Leia mais...

Audição pública: implementação, execução e transparência do orçamento no sector da justiça

Nações Unidas, Praia, 23 de Julho de 2014 - No quadro do  Projecto de Reforço das Competências Técnicas e Funcionais das Instituições Superiores de Controlo (ISC), Parlamentos Nacionais e Sociedade Civil para o controlo das Finanças Públicas nos PALOP e em Timor Leste, decorreu no dia 23 de Julho, no salão de banquetes da Assembleia Nacional,  uma Audição  conjunta pública. Durante esta  Audição que teve  como objectivo encontrar conjuntamente as melhores soluções em relação ao Orçamento para 2015 e anos subsequentes para o sector da Justiça, bem como capacitar os Deputados para os Debates das Propostas do Orçamento do Estado e a fiscalização da sua execução, foram auscultadas as seguintes entidades:Leia mais...

Lançamento da Campanha “CIPD+20 – Investir nos Jovens"

Nações Unidas, Praia, 22 de Julho de 2014 -Existem actualmente 1,8 bilhões de pessoas no mundo com idade entre  10 e  24 anos, constituindo a maior população de jovens (15-24 anos) e adolescentes (10-19 anos) da história. Em 1994, a Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD) das Nações Unidas reuniu 179 países no Cairo, na primeira reunião em que todos os aspectos da vida humana foram abordados de forma abrangente. O resultado do encontro foi um Programa de Ação para os 20 anos seguintes, reconhecendo que cada pessoa conta...Leia mais...